Anuncie aqui!
Na manhã desta terça-feira, no estádio municipal José Augustinho, o elenco leonino teve mais uma sessão de trabalhos físicos, agora sob o comando temporário do próprio treinador Ionay da Luz, visando a preparação para o duelo diante do Vasco da Gama, com data marcada para o dia 10 deste mês. 

Quanto ao local da partida, vale aqui registrar a mudança de posição da diretoria vascaína que, antes mesmo do início da Segundinha, se dispusera a visitar o Juruá e fazer o jogo em Cruzeiro do Sul e, agora, não mais admite essa possibilidade. Sendo assim, deverá a partida ser mesmo disputada no Florestão, em Rio Branco.




Na conversa com o elenco, o comandante técnico enfatizou a importância da manutenção da excelente forma física apresentada pelo time juruaense nos três primeiros confrontos da Segundinha do estadual acreano. " Não somos nem melhor, nem pior que ninguém nessa disputa. O que nos distinguiu das demais equipes foi a nossa extraordinária forma física, que nos permitiu correr duas vezes o que correram nossos adversários", afirmou Ionay.

O treinador prelecionou, ainda, sobre o comprometimento do grupo em busca de uma atitude profissional, condenando todo e qualquer comportamento que possa prejudicar o desempenho do Leão do Juruá nesta reta final da fase de classificação e na fase de semi-final, para a qual o time já está classificado.

NOVO GOLEIRO

 Robson, novo goleiro do Acriano FC

Após o retorno de Rio Branco, apresentou-se e integrou-se ao elenco do Leãozinho o goleiro Robson, que defendeu o Atlético Acreano na disputa da Primeira Divisão deste ano. 

A aquisição de mais um goleiro com origem no futebol profissional era um pedido antigo do treinador, que não sentia tanta segurança nos dos demais arqueiros que o time azul dispunha, que são o veterano Gleidson, já com 39 anos e sem nenhuma passagem por futebol profissional (portanto, sem formação dos fundamentos de base) e o garoto Paulinho, de 18 anos.

"SEM LOCAL PARA TRABALHAR"!

O treinador Ionay da Luz reclamou enfaticamente das condições do gramado do estádio municipal que, sem irrigação, secou por completo em função do impiedoso verão amazônico pelo qual passamos. Segundo o treinador, o gramado sequer oferece condições para a realização de treinos coletivos, pois não asseguraria a integridade física dos atletas.

Quanto a essa dificuldade enfrentada pelo clube, conversei com o presidente Leca que afirmou a esta reportagem ser ciente do problema mas, por outro lado, não poder fazer muito para resolvê-lo. " Infelizmente, só temos gramados com tratamento adequado em Mâncio Lima (Arena Japiim) e em Cruzeiro do  Sul (Arena do Juruá) e a liberação destas praças futebolísticas não depende somente dos nossos pedidos. Temos a palavra da administração da Arena do Japiim de que teremos o estádio à nossa disposição para amanhã, quarta-feira". 

Por Wudson Chaves, da Ssessoria de Imprensa.

0 comentários:

Postar um comentário

DESCRIÇÃO-AQUI.